• Login

Neon Oncologia investe em lives para ajudar pacientes em busca de informações e atividades

Fonte: (matéria publicada no jornal A Tribuna 02/05/21)

 

Para viver em um novo mundo durante a pandemia de Covid-19 foi preciso se adaptar, aprender e desenvolver novas habilidades. Com o distanciamento social, perdemos nossa liberdade de ir e vir e acabamos substituindo nossa rotina real por uma rotina virtual. Agora, nos informamos, nos divertimos e praticamos atividades físicas pela internet, tudo sem sair de casa, em um simples toque do teclado.

 

Com o objetivo de aproveitar ao máximo a realidade conectada que vivemos, o Núcleo Especializado em Oncologia (Neon) está organizando uma série de lives no mês de maio para ajudar, principalmente ao paciente oncológico,  a se orientar na busca de informações seguras sobre diversos temas que giram em torno do câncer.

 

As lives acontecerão nos dias 12, 19 e 26 de maio, no instagram do Neon (@neononcologia), sempre a partir das 19h, com profissionais da área de medicina, nutrição e treinamento físico.

 

De acordo com o médico oncologista do Neon, Cristiano Drumond, é imprescindível manter uma vida saudável, ativa, com atividades físicas e alimentação balanceada para quem é paciente oncológico. “Deve-se deixar de lado o sedentarismo. O exercício aumenta a imunidade, ajuda na qualidade do sono, melhora da disposição, mantém o corpo saudável, e pode até diminuir algumas dores, pois a atividade libera endorfina e serotonina, que dão a sensação de bem-estar”, pontuou.

 

A atividade física deve ser feita sempre com a orientação do médico oncologista e sob supervisão de um profissional da área. Nesse momento de pandemia, o ideal é exercitar-se dentro de casa. “Felizmente estamos vivendo numa era digital onde podemos encontrar tudo, ou quase tudo, que precisamos pela internet e, o mesmo vale para o exercício físico. Hoje as academias, studios, centros esportivos e personal trainers se adaptaram ao “novo normal” e conseguem atender pessoas que querem se exercitar dentro de casa, seja em qual for a sua idade”, afirmou Luciana Modolo, educadora física e mestre em atividade física para terceira idade.

 

Comece devagar e aos poucos aumente a intensidade, se for necessário. Não é preciso ter pressa, o importante é se mover. Alguns pacientes oncológicos podem ter fadiga devido aos tratamentos, o que acaba fazendo com que eles desistam das atividades físicas. Neste caso, deve-se avaliar com o médico como proceder, uma vez que a inatividade causa perda da massa muscular, que é muito importante para a recuperação da doença.

 

 

7 EXERCÍCIOS PARA SEREM FEITOS DENTRO DE CASA

 

Siga a sequência abaixo descansando entre 1 a 2 minutos após o último exercício.

 

Faça isso 2 a 3 vezes.

 

1) Alongar Panturrilha – 30 segundos – Encoste as duas mãos em uma parede, até que elas fiquem totalmente flexionadas. Afaste a perna direita para trás e alongue o máximo que conseguir. Volte à posição inicial e faça o mesmo com a perna esquerda.

 

2) Panturrilha- 12 a 20 repetições – Deixe apenas a ponta dos pés apoiadas no chão, mantendo o calcanhar sem suporte; estique a panturrilha, empurrando o corpo para cima,  como se fosse saltar, mas sem tirar os pés do chão.

 

3)  Flexão do quadril- 12 a 20 repetições- Em pé, com as pernas abertas na largura dos ombros, eleve o joelho direito até que ele chegue na altura do quadril ou até onde seu corpo permitir. Repita do outro lado.

 

4)  Flexão de braço unilateral na parede- 12 a 20 repetições – De frente para uma parede, apoie as duas mãos até que os braços fiquem estendidos. Coloque uma mão nas costas e, com a outra ainda apoiada, direcione seu tronco para frente, fazendo o braço flexionar. Repita do outro lado.

 

5) Agachamento (Sentar e levantar da cadeira)- 12 a 20 repetições – Fique em pé e abrir as pernas, afastando os pés na largura dos ombros. Dobre os joelhos e empurre o bumbum para baixo, como se estivesse sentando em uma cadeira imaginária, mantendo as costas retas. Com cuidado, volte para a posição inicial.

 

6)  Polichinelo- 12 a 20 repetições – Fique em pé, com as pernas juntas e as mãos coladas nas coxas.Depois, dê início à seguinte sequência: saltos no mesmo lugar, com movimentos sincronizados de braços e pernas, abrindo e fechando.

 

7)  Cadeira imaginária (encostar as costas na parede) – 30 segundos – Apoie as costas em uma parede na altura em que os joelhos fiquem flexionados à frente, em um ângulo de 90º com o chão.

 

 

NUTRIÇÃO

 

Além dos exercícios físicos, as lives do Neon também vão focar na nutrição, a fim de orientar sobre as melhores escolhas de alimentos. Afinal de contas, a saúde começa pela boca! Uma alimentação balanceada, sem excessos e com o mínimo de produtos ultraprocessados é importante para manter o bom funcionamento do corpo e de suas defesas.

 

“Durante a pandemia, muita gente acabou abusando de alimentos gordurosos, com muito açúcar ou processados. Isso é extremamente prejudicial para a saúde, principalmente neste período em que precisamos nutrir nosso corpo para que ele fique forte e combata as ameaças externas. Para o paciente oncológico, a atenção deve ser redobrada. A dica é investir em alimentos in natura, apostar nos orgânicos, se possível, e sempre seguir a velha receita de montar um prato bem colorido”, afirmou o oncologista do Neon, Dra Edelweiss Soares.